Quem sou eu

Minha foto
Na mitologia grega Afrodite era considerada a deusa do amor, da beleza corporal e do sexo. Eu... eu sou uma pura deusa do prazer, da loucura e do pecado...

sábado, 12 de dezembro de 2015

Tenho sede de ti…

tenho sede da tua pele de menino…
do teu olhar rebelde…
do teu sorriso malandro por trás desses pelos desconcertados que te caracterizam…

tenho sede dos teus beijos escaldantes…
das tuas mãos irrequietas…
do suar do teu corpo quando me fodes…

apeteces-me…

quero sentir-te…
mais uma, duas ou três vezes…
as vezes que os nossos corpos quiserem…
sem compromissos…
sem preconceitos…
apenas porque nos apetece…

loucos momentos de prazer…

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

segunda-feira, 6 de julho de 2015

"Um dia surpreendo-te..."


O telefone tocou...sem saber porquê estremeci...
Um arrepio invadiu o meu corpo ao olhar para o visor...Tu a ligares-me???
(...)

Sim...surpreendeste-me! Como tinhas prometido:"Um dia surpreendo-te."
(...)

Enchi a banheira...tomei um banho para relaxar...
Afinal só tinha de estar pronta por volta das onze da noite.

À hora marcada lá estavas tu. à porta de minha casa...Cumprimentámo-nos meio envergonhados, sem sabermos muito bem o que dizer.
"Preparada para uma aventura?" - disseste, enquanto me encaminhavas para a tua carrinha (Recordei uma frase tua "Na bagagem, uma vida cheia de recordações"...Ficaria a ser também eu uma recordação??? Uma recordação dessa bagagem???)

Partimos...rumo ao desconhecido...
"Trouxeste a venda?" - perguntaste.
Sorri com ar malicioso - "Achas que me esquecia?"

Lembrei-me de uma cena do filme "As 50 sombras de grey" e imaginei-me a vivê-la contigo...uma cena em que a atriz principal tinha uma venda e as mãos amarradas...o movimento do corpo dela enquanto ele o lambia...hummmmm...


Fiquei excitada ao contar-te a cena do filme...peguei na tua mão e, muito delicadamente, levei-a até à minha cona, para sentires como estava molhada de desejo...

"Não resisto" - disseste. Paraste na berma da estrada.
Àquela hora passavam poucos carros. Saíste e abriste a porta do meu lado. Puxaste-me para fora e empurraste-me contra a carrinha.

Lambeste-me o pescoço enquanto sentia as tuas mãos debaixo da minha saia prestes a arrancar-me a tanga preta que trazia. A tua língua foi descendo...senti-a na minha cona...

Os poucos carros que passavam faziam sinais de luzes, mas nós não estávamos nem aí...

"Gosto de te ouvir gemer." - disseste
Respondi por entre gemidos de prazer: "Continua, estou quase a vir-me" (...)

Continuamos o nosso percurso...O teu olhar malamdro põe-me louca. Já te tinha dito?

Chegámos à praia, tirastete duas mantas da parte de trás da carrinha e levaste-me até ao areal. A praia estava deserta. Estendeste as mantas, pediste-me a venda...

Deixei-me levar ao sabor do momento... A tua língua atrevida percorreu todo o meu corpo novamente...bom demais para acreditar...até que senti o teu caralho entrar dentro da minha cona...

O desejo era enorme. Fodemos como loucos... Estava sedenta do teu caralho e tu da minha cona. 
A espera tinha sido grande...por fim o êxtase...

Deitámo-nos cansados, suados, a olhar o céu...A lua cheia iluminava os dois corpos nús...Olhámos um para o outro e esboçámos um sorriso.
Acabámos por adormecer mesmo ali, no areal...

Acordámos horas depois com o nascer do sol...Levantei-me e dirigi.-me ao mar. 
Quando me viste a entrar na água vieste atrás de mim...seguraste-me por trás...senti o teu caralho firme e hirto...
Saltei pra o teu colo e voltei a senti-lo dentro de mim...um desejo que nunca mais acabava...

Passou um casal que corria à beira mar...mas nada nem ninguém nos demovia...continuamos a foder como se o mundo fosse só nosso...

De repente abri os olhos e percebi que não estava no mar, mas sim na minha banheira. Tinha adormecido...
Questionei-me se a surpresa preparada por ti, seria semelhante ao meu sonho...???

Surpreendes-me um dia destes???

terça-feira, 9 de junho de 2015

Sonho

Finalmente combinamos o nosso encontro…disse-te onde morava e fiquei à espera…
Estava ansiosa, com arrepios na barriga, nervosa…não sabia como te ia receber…

Sentei-me no sofá e fui fazendo zaping enquanto esperava…Os minutos foram passando e quando me apercebi já passava uma hora da hora marcada. Sem esperança que aparecesses fui-me deitar…
Vesti a minha camisa de noite preta rendada…deitei-me, liguei a TV e comecei a ver um filme…

De repente a campainha tocou…quando percebi que eras tu…estremeci…eras tu. ERAS MESMO TU!!!
Abri a porta e quando te vi com uma cesta de morangos…sorri…percebi o motivo do atraso…

Convidei-te a entrar…fomos para a sala…começamos a saborear os morangos. Eram deliciosos!! Ao mesmo tempo que me deste um morango à boca levaste a mão ao bolso e tiraste uma venda preta…

De olhos vendados comecei a sentir a tua língua a percorrer todos os recantos do meu corpo…começaste pelo pescoço e a pouco e pouco foste descendo até aos meus seios arrebitados de prazer…estava a arder de desejo…

Continuaste a descer…paraste na minha cona, completamente molhada…hummm…que língua maravilhosa!!! Foi de tal modo intenso…que tive um orgasmo! “Certamente que os teus gemidos se ouviram na rua” – disseste. Sorri…

Peguei em ti para te levar para o quarto…mas…se repente…viraste-me e empurraste-me contra a mesa da sala…senti-o todo dentro da minha cona…os movimentos suaves deram lugar a uma penetração intensa e rápida. Muito bom…senti-lo todo lá dentro!!!

Consegui libertar-me e finalmente levei-te para o quarto…quando olhaste o espelho sorriste com ar malicioso…Disse-te ao ouvido “agora é a minha vez de brincar”…

Empurrei-te contra a cama…hummm – disseste ao sentir a minha boca no teu caralho…Agora era a minha vez de saborear o teu sexo!

Mas eu tinha uma vontade louca de te montar…e assim fiz…estava louca de desejo e queria senti-lo bem enterradinho…cavalguei sobre ti até me vir novamente…Vi que sorrias enquanto olhavas para o espelho…

Estava exausta mas não te podia deixar assim… voltei a fazer-te um broche…até sentir o teu leite na minha boca!

Mas…de repente…a campainha tocou. Dei um salto do sofá…percebi que tinha tido um sonho enquanto te esperava para irmos beber o nosso café…o nosso tão esperado café!


Afinal foi apenas um sonho!!!

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Quero-te!!!

Quero voltar a sentir borboletas na barriga...
Quero voltar a sentir-me uma adolescente...
Quero sentir os teus beijos, os teus lábios...
Quero que me abraces e me envolvas nos teus braços...
Quero voltar a sentir-me na lua...
Quero sentir que me desejas...
Quero viver um romance...
Ainda que tenha a certeza que não vai dar certo...
Quero muito vivê-lo, saboreá-lo...
Onde estás???...meu príncipe encantado???

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Assim não!

Não voltes a aparecer e a desaparecer como fizeste na última sexta feira. Assim não! Eu valho muito mais, comparado com o que me fazes sentir nestes momentos! Eu tenho sentimentos, vontades, desejos…Estás a quebrar a química que existia entre nós!
Podíamos ter momentos de pura adrenalina e loucura, mas tu estás a quebrar o desejo que nos alimentava…as mensagens…os gestos…acabaste com tudo isso…
Não há estimulação, não pode haver desejo.

Se for para ser assim, o meu vibrador faz melhor que tu!!!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Surpreende-me...


Baby...como eu gostava de estar contigo a 100%, de me abstrair de todos os meus problemas e aproveitar apenas o momento...Sou muito mais do que tenho mostrado...

Aproveitar este desejo que me arrepia a alma...os teus beijos que me deixam louca... Apeteces-me!!!

Fecho os olhos e vejo-nos na tua varanda...Sinto-o todo dentro da minha cona...louca de prazer...

Olho para baixo e vejo um casal a observar-nos...hummmmm...aumenta a adrenalina e o desejo. Será que eles também vão aproveitar o momento???

Surpreende-me um dia destes...